Logística sustentável: entenda o que é e qual é a sua importância

Postado por master em 01/jun/2022 - Sem Comentários

Por ser eficiente e ecológica, muitas empresas têm adotado a logística sustentável. Essa modalidade tem como objetivo reduzir desperdícios, otimizar recursos e preservar o meio ambiente.

Por isso, neste artigo, iremos explicar o que é logística sustentável e por que é tão importante aderir essa modalidade em sua empresa.

Logística sustentável 

Esse modelo logístico surgiu como uma forma de otimizar o uso de recursos necessários para a realização dos processos logísticos de uma empresa, respeitando o meio ambiente e a comunidade em que a organização está inserida.

Resultados positivos da logística sustentável para a empresa

As empresas que adotam a sustentabilidade têm diversos benefícios, como a economia dos recursos usados, otimização dos processos e melhoria nos resultados. 

Com a valorização cada vez mais crescente de iniciativas verdes, o público tem uma maior afinidade e tende a realizar as aquisições com negócios que implementem medidas que protejam o meio ambiente.

Como implementar a logística sustentável na empresa?

As empresas podem adotar algumas atitudes sustentáveis em seus processos logísticos, como:

  • Logística reversa, todo material descartado pelo cliente final também é um compromisso do seu fornecedor. 
  • investir em estudos e consultorias que ajudem a otimizar a logística segundo as peculiaridades da empresa;
  • gerar um plano de metas de redução de desperdícios de insumos;
  • manutenção preventiva de máquinas e veículos;
  • obter certificados tal como o ISO 14001;
  • adotar tecnologias limpas;
  • implementar uma gestão de resíduos eficiente;
  • fomentar o desenvolvimento local, impulsionando a economia da região na qual a empresa está localizada;
  • gerenciamento inteligente de estoque

Além de seguir diretrizes que vão minimizar os impactos socioambientais das atividades de logística da empresa, é importante que esse planejamento também garanta a sustentabilidade financeira da operação, respeitando o caixa disponível e racionalizando o uso dos seus recursos. 

Em resumo, a implementação da logística sustentável pode trazer diversos benefícios para a empresa a longo prazo. A adoção dessas práticas conscientes beneficia tanto o ambiente quanto a sociedade.

Veja quais são os benefícios dos Big Bags

Postado por master em 01/jun/2022 - Sem Comentários

Os contentores flexíveis (FIBC – Flexible Intermediate Bulk Container), mais conhecidos como Big Bags são sacos industriais feitos em polipropileno com material flexível. Tem como principais características resistência e versatilidade, facilitando o manuseio, armazenamento e o transporte de diversos produtos. Proporcionando mais agilidade em todo processo comercial e operacional. 

Quando se trata de ganho de agilidade, isso se refere a melhorias não só em relação à mobilidade, mas também ao processo de estocagem, ao transporte em si e também a todo o processo de logística.

O uso desse material garante a integridade dos produtos. No Porto Ponta do Félix a primeira operação de alimentos em big bags foi em abril deste ano. Desde então houve um aumento de 12% na movimentação de cargas utilizando big bags.

Agora que você já sabe o que são os Big Bags, iremos apontar neste artigo alguns benefícios dos FIBC.

Quais são os benefícios dos Big Bags?

Os benefícios dos FIBC são:

FACILITA O ARMAZENAMENTO

Comparado com outras opções, os big bags otimizam o espaço de armazenamento. Por serem resistentes, garantem armazenagem e transporte seguros.

REUTILIZÁVEL

Por serem recicláveis e reutilizáveis, os big bags reduzem os impactos ambientais.

VERSÁTIL

Podem ser utilizados para as mais diversas finalidades, sendo indicadas para qualquer empresa e produto.

Além disso, os big bags contém proteção contra desgastes devido à ação de ativos químicos presentes em algumas mercadorias, que acabam corroendo outros tipos de embalagens.

Entenda o que é carga a granel

Postado por master em 30/maio/2022 - 1 Comentário

O transporte de cargas a granel tem grande representatividade na economia e logística internacional brasileira. Segundo publicação da Isto É Dinheiro, os estoques agrícolas totalizaram 28 milhões de toneladas ao fim do segundo semestre de 2020. Os armazéns graneleiros e granelizados foram responsáveis por 37,5% da armazenagem nacional. Isso representa 66,1 milhões de toneladas de capacidade útil armazenada.

Na operação logística, os produtos a granel representam um ponto de atenção para o sucesso de todo o processo. A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) divulgou em outubro de 2020 que o País produziu 268,7 milhões de toneladas de grãos (soja, milho, algodão), 4,2% a mais que em 2019.

Se você tem interesse em entender o que é carga a granel continue com a leitura deste artigo.

O que é carga a granel?

A carga a granel se refere a qualquer produto que possa vir sem uma embalagem individual e necessite de serviços de estivagem antes de seu transporte. Os produtos a granel são as mercadorias, materiais, suprimentos e cargas em grandes quantidades, que devem ser transportados em containers e caminhões específicos para cada caso.

Alguns exemplos de cargas são sacas de grãos, frutas, legumes, verduras e até mesmo animais vivos. Combustíveis, máquinas industriais e veículos também podem ser consideradas carga a granel.

Quais são os tipos de carga a granel?

A carga a granel pode ser classificada em dois tipos:

Granéis sólidos

Trata de produtos de natureza sólida, geralmente matérias-primas, que podem ser medidas por quilos. Basicamente todos os produtos de origem agrícola se encaixam nessa categoria, como por exemplo:

  • Milho
  • Soja
  • Farelo de soja
  • Café
  • Trigo
  • Feijão
  • Carnes e aves
  • Arroz
  • Lentilha
  • Minério de ferro

Granéis líquidos

Se trata de mercadorias fluídas e envolve produtos químicos como o petróleo e combustíveis como o diesel, gasolina e etanol. Em outros casos, o suco de laranja também é muito transportado em modelo a granel, além de óleos vegetais.

Como é feito o transporte de cargas a granel?

O transporte rodoviário de cargas é o que prevalece, seja na carga a granel sólida ou líquida. A cabotagem também pode ser uma boa opção, pela grande quantidade de canais fluviais pelo país, seja pela costa litorânea, rios e lagos.